Pages

10 de setembro de 2010

O Grande Desafio (2007)


Um filme de Denzel Washington com Denzel Washington e Forest Whitaker.

Um filme me cansa se ele usa a mesma história de superação sem mudar o roteiro. Preciosa, por exemplo, é um filme brilhante para mim, mas não passou do estereotipo de histórias de superação. Acho que só vejo o brilhantismo porque ela enfrentou coisas para caramba e porque foi um retrato verdadeiro, sem nenhuma bondade humana que aparece na última hora. Um Sonho Possível é outro filme de superação que utiliza o preconceito como base, mas no fim se resume no futebol americano e na atuação de Sandra Bullock. O Grande Desafio é outro desses filmes: com a mesma história sobre superação e preconceito. Não nego que é uma moral que todos precisamos aprender. Mas a indústria cinematográfica não inova nessas histórias, é tudo tão paradigmado que eu consigo prever a história 10 minutos antes de acontecer.
Num Estados Unidos racista do início do século XX, o mestre de debates Melvin Tolson (Denzel Washington) leciona num colégio para negros e tem em seu time de debatedores Henry Lowe (Nate Parker) um jovem que não sabe controlar seus instintos; Samantha Booke (Jurnee Smollett), uma aluna dedicada a ser a primeira negra do time de debates do colégio Wiley; e James Farmer Jr. (Denzel Whitaker), o filho do maior pastor da cidade, James Farmer (Forest Whitaker). Juntos, o time de debatedores sai pelo país contra escolas de afro-americanos e acaba conseguindo mais do que vitórias para a sua escola: conseguem se superar cada vez mais e mudar a realidade preconceituosa que há em volta deles.
É uma boa atuação no fim das contas. Denzel Washington, Denzel Whitaker e Jurnee Smollett estão bons, nada a mais sobre eles. Nate Parker é que se encontra em melhor estado que os colegas, talvez pela maior polêmica que envolvia o personagem dele - polêmica essa que não conseguiu salvar Denzel Washington. E Forest Whitaker é a melhor do filme inteiro. Pessoas que fazem cristãos fervorosos conseguem boa parte dos meus votos quando começam a gritar coisas sem sentido sobre a Bíblia. Gostei da trilha sonora.
Não consigo mesmo é gostar do roteiro. OK, usaram o debate para poderem mesclar o preconceito com a educação com uma moral de filmes da Disney. Acho isso até interessante, mas não há muita inovação por aí. Acho que os bons dramas me estragaram, não consigo mais ver graça nesses filmes. De qualquer maneira, se O Grande Desafio merece algum crédito é por ser baseado em fatos reais, o que o torna melhor e pior do que se fosse feito as coxas para apenas uma lição a mais no mundo. Por falar nisso, alguém já percebeu que todos os filmes baseados em fatos reais acabam com uma narrativa e com um texto? Se alguém achar algum que não acabe assim, me avise, estou precisando ver.
É um filme assistível, perfeito para ter sobre o que falar no fim de semana, ótimo para se gerar discussões e polêmicas, e além disso o filme tem vários conflitos originados de um central, não consegui dividir ele em apenas um núcleo já que a tensão é envolvente durante as 2 horas de sessão. Mas é preferível ver algum outro que passe a mensagem de uma forma diferente. Sabe, tantos clichês assim acabam com a minha diversão cinematográfica do fim de semana.
NOTA: 7

Um comentário:

alan raspante. disse...

Ainda não assisti o filme, pelo motivo que você citou: existe váaarios com a mesma história. Vários.

Mas, qualquer dia desses, quem sabe...